segunda-feira, 22 de novembro de 2010

uma tarde entre tantas outras

foi uma simples tarde , passada com a pessoa mais especial .
foi uma tarde de beijinhos , de abraços , de carinhos e afectos , de brincadeiras , de ternura e paixão , e teve também um espacinho para a nossa discussão diária . eu chateio-me , amuo e viro-te as costas . tu fazes que não ligas , e depois vens por trás e abraças-me na barriga . eu faço-me de difícil e digo que não é assim que vais resolver as coisas . depois de várias tentativas , e todas elas , por sinal , falhadas , tu ' bates-me ' no ponto fraco : os beijinhos no nariz . aí eu rendo-me completamente , derrote-me com toda essa ternura . e então , o meu estado de espírito muda , e eu ponho um sorriso , mas um sorriso bem discreto , para não te dar a entender que me rendi aos teus encantos .
(...) e então , fica tudo bem .
o que acontece depois ? o que acontece depois , fica bem guardado ,  fica connosco .

Sem comentários:

Enviar um comentário