terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

não é suficiente

« Não há nada que tu possas dizer, nada que possas fazer, nada entre nós, tu sabes a verdade. Nada deixado à amostra, nada deixado para perder, nada vai tomar o teu lugar. Quando dizem que tu não és tão forte, bem tu não és tão fraco, não é culpa tua. Quando tu escalares esse monte, até ao seu lugar, acho que vais estar bem. Não há nada para provar, nada que eu não farei, nada como a dor.
Eu sinto por ti, não há porque se esconder, não há porque sentir medo, estarei sempre aqui. O que tu queres, o que tu perdeste, o que tu tinhas, o que está desaparecido é mais, o que tu tens, o que tu amas, o que tu precisas, o que tu tens é real. Não é o suficiente. Isto não é o suficiente, desculpa. »

Sem comentários:

Enviar um comentário