domingo, 10 de abril de 2011

VALORIZAR

« No dia 2 de Fevereiro, às quatro da manhã, Holly segurava com força na mão de Gerry e sorria-lhe encorajadoramente quando ele deu o último suspiro e fechou os olhos. Não queria que ele tivesse medo não queria que ele sentisse que ela tinha medo, porque naquele momento era coisa que ela não tinha. Sentiu alívio, alívio por o sofrimento dele ter desaparecido e alívio por ter estado com ele e poder testemunhar que ele morrera em paz. Sentiu-se aliviada por tê-lo conhecido, por tê-lo amado e ter sido amada por ele, e alívio porque a última coisa que ele deve ter visto foi a cara dela a sorrir para ele, encorajando-o e garantindo-lhe que estava certo deixar-se ir. »







valoriza o que tens , até ao fim .

Sem comentários:

Enviar um comentário