segunda-feira, 11 de julho de 2011

" Ela é ciumenta, rabugenta, embirrenta e tagarela, intriguista e moralista, mas eu estou louco por ela. Diz-se que o amor é cego, deforma tudo a seu jeito, mas eu acho que o amor descobre o lado melhor do que parece defeito. "


Sem comentários:

Enviar um comentário