terça-feira, 31 de janeiro de 2012

inconstante, constantemente

Tanto gosto de música para dormir como para dançar. Tanto gosto do sol como gosto da lua. Tanto gosto de um dia de calor extremo como um dia de chuva torrencial. Gosto das pequenas coisas. Gosto de sorrir mas detesto chorar. Adoro a minha personalidade. Gosto muito da maneira como enfrento a vida e os obstáculos que esta me proporciona. Não gosto que me iludam. Adoro uma brisa suave a bater-me no rosto. Odeio o vento, despenteia-me toda. Adoro ir as compras. Gosto muito de ir ao cinema. Adoro hamburguer. Amo filmes de terror, apesar de morrer de medo. Sabes? O que não gosto mesmo, é desta minha inconstante maneira de ser. Não gosto quando estou bem e depois fico mal, e vice versa. Nem eu própria me percebo, mas (...)


Sem comentários:

Enviar um comentário